Gato olhando para comprimidos
21/08/2020

Qual o melhor antipulgas para felinos?

Tutores de gatos devem ter como prioridade o uso de antipulgas para felinos a fim de garantir a saúde do seu pet, já que esse medicamento é fundamental para eliminar pulgas e carrapatos.

No combate aos parasitas, além do cuidado com a higienização do animal e do local em que ele vive, a ação do antipulgas para felinos torna-se primordial para acabar com o problema, uma vez que sua atuação por um longo período permite quebrar o ciclo de reprodução da pulga.

A importância de combater pulgas em felinos

Normalmente, fica mais difícil de identificar se o peludo está se lambendo como hábito de limpeza, ou se está tentado eliminar pulgas em seus pelos. Tal ação acaba por piorar quando o felino engole o parasita, o que pode iniciar uma doença mais grave.

Pela vantagem de se camuflar no pelo do gato, o tutor tende a descobrir a infestação de pulgas apenas quando está em estado avançado, ou seja, com o surgimento de outros problemas, como:

  • Verminose que provoca desde coceira na região do ânus até convulsões;
  • Perda de apetite e peso;
  • Depressão;
  • Alergia;
  • Descamações;
  • Queda de pelo;
  • Dermatite;
  • Anemia;
  • Doenças secundárias decorrentes da queda de imunidade do pet.

Esse indesejável parasita também pode acometer os humanos, por isso o combate às pulgas deve ser feito antes mesmo do seu surgimento e tem como principal arma o uso de antipulgas para gatos.

Como prevenir o aparecimento de pulgas?

O ciclo da pulga pode se prolongar em até intermináveis 180 dias, entre os estados de ovo, larva, pupa e fase adulta. Por isso, o combate desse parasita exige uma excelente desinfecção do ambiente, dos utensílios e do gatinho.

É preciso fazer a esterilização adequada para eliminar por completo qualquer vestígio de pulgas e, para isso, o tutor pode contar com desinfetantes específicos para limpar quintais, bebedouros e caminhas, além de produtos específicos para lavar seu gato de modo a eliminar o parasita na forma adulta, seus ovos e pupas.

Porém, apenas o antipulgas para felinos consegue proteger o animal por completo, já que seu componente é absorvido pelo corpo do pet, protegendo-o de dentro para fora.

Recomenda-se levar seu gato ao veterinário para receber as orientações de como organizar a rotina de cuidados para manter as enfermidades longe do seu bichinho.

Qual o melhor antipulgas para felinos?

Dentre as diversas opções, o tutor pode escolher qual medicamento melhor atende as suas necessidades de acordo com seu modo de aplicação, tempo e abrangência de atuação.

De fácil aplicação e longa duração, os antipulgas para felinos em pipetas ou comprimidos é um medicamento absorvido pela pele, permanecendo no animal por um período de no mínimo 30 dias, o que possibilita a quebra do ciclo de reprodução do parasita. Em algumas versões, combate carrapatos e alguns tipos de sarnas. Caso escolha a pipeta, pode-se aplicar após o banho, basta acariciar seu gato para que fique parado e colocar o líquido atrás do pescoço, de modo que o animal não possa lamber. Faça massagem até a pele absorver completamente o produto. Se for comprimido, pode triturar e oferecer na ração pastosa ou escondê-lo dentro de um petisco.

Outra opção é o spray antipulgas para felinos, que pode ser borrifado no ambiente e utensílios do pet, ou então os xampus e sabonetes, também eficientes no combate de pulgas.

Siga as seguintes dicas para ter sucesso no uso de antipulgas para felinos:

  1. Certifique-se de que o animal engoliu o medicamento, caso tenha optado pelo comprimido;
  2. Considere o peso do animal na hora de adequar a dosagem do remédio;
  3. Limpe frequentemente o ambiente e utensílios do pet;
  4. Repita periodicamente o antipulgas para felinos de acordo com a orientação do veterinário.

Evite problemas com seu animal, inserindo na rotina de cuidados, o uso constante de remédio para carrapato.

CTA de distribuidores da Chemitec para o blog

Fontes:

Chemitec – Produtos Veterinários;

Conselho Federal de Medicina Veterinária.