Fale conosco pelo WhatsApp
Guia completo sobre Pug

Guia completo sobre Pug

NESTE GUIA VOCÊ IRÁ ENCONTRAR:

Famoso por seu corpo compacto, nariz achatado e rosto enrugado, o Pug é uma raça de companhia de temperamento estável e agradável

Dono de características físicas bem marcantes, o Pug é um pet de pequeno porte que possui olhos bastante expressivos, cabeça arredondada com focinho achatado, rabo enrolado e muitas rugas pelo corpo. Muito amoroso e amigável, este é um cão de companhia que chama a atenção por onde passa e encanta a todos, se dando bem com crianças e outros animais.

Esta é uma das raças mais antigas que existem, e existem registros de cães muito parecidos com eles datados de pelo menos 700 anos antes de Cristo. Acredita-se que seus ancestrais sejam da China antiga, onde existiam 3 raças caninas no império: o Lo-sze, o Lion Dog e o Pequinês — sendo que o primeiro desses cães é o mais provável antecessor do Pug. Esses animais eram tratados como membros da realeza e viviam em palácios luxuosos.

O padrão moderno do Pug que conhecemos hoje surgiu apenas quando a raça foi levada à Europa pelos holandeses e ingleses, popularizando-se rapidamente entre os membros da nobreza. Esses cães chegaram aos Estados Unidos após a Guerra Civil e foram reconhecidos oficialmente como raça pelo Kennel Club, em 1885. Trata-se, portanto, de um cão nobre e charmoso, muito querido em todo o mundo.

Principais características do Pug

O Pug é um cão compacto e musculoso, com corpo quadrado e robusto. Apesar disso, é um cão de porte pequeno, com altura que varia entre 20 e 30 centímetros, e peso que vai de 6 a 8 quilos. Este não é um animal esportivo e não precisa gastar tanta energia, mas tem tendência a ganhar peso, demandando bastante cuidado do tutor para que não se torne um cachorro obeso e com problemas de saúde associados ao sobrepeso.

A cabeça deste cão é proporcional ao corpo e de formato arredondado, com focinho escuro e achatado, olhos redondos e ligeiramente protuberantes, além de charmosas rugas na testa. Trata-se, portanto, de uma raça braquicefálica e que demanda atenção por conta dessa característica — que também faz com que estes cães sejam propensos a roncar, tenham menor tolerância ao calor e apresentem respiração ruidosa.

A pelagem do Pug é lisa, fina e curta, porém espessa. A tonalidade dos pelos pode variar entre fulvo (creme), abricot (mais alaranjado), preto, branco, prata e tigrado. Todas as variações, com exceção dos que são inteiramente pretos, apresentam uma máscara escura no rosto, além de orelhas com um traço preto descendo pelo dorso até a cauda — que é enrolada em direção às costas.

O Pug é, definitivamente, um cão de companhia: extremamente apegado a seus tutores e sociável com todas as pessoas, este pet adora ficar no colo e tem comportamento estável e tranquilo. Apesar de serem preguiçosos e gulosos, esses animais são brincalhões e alegres e ficam extremamente satisfeitos de apenas se manter ao lado de sua família, relaxando e recebendo carinho.

Embora seja uma raça inteligente, o Pug pode ser um tanto teimoso, demandando atenção para que hábitos inadequados não sejam reforçados. De acordo com a classificação de inteligência de Stanley Coren, esta raça ocupa a 53ª entre as mais inteligentes, o que significa que ele aprende rápido os comandos, mas precisa de reforço para que eles não sejam esquecidos. Uma vez que este é um cão que gosta de agradar, ele ficará extremamente feliz ao interagir com o tutor.

Cuidados com a saúde do Pug

Infelizmente, a anatomia característica desta raça não é muito favorável à saúde do Pug, sendo necessários cuidados específicos por parte do tutor — além de acompanhamento regular do médico veterinário. A presença das rugas na pele, por exemplo, cria um ambiente perfeito para a proliferação de fungos e bactérias. Para evitar que isso aconteça, é recomendado limpar as rugas com lenço umedecido para cães e um pano seco.

Além disso, o focinho curto deste cão faz com que ele tenha dificuldade para trocar calor com o ambiente. Por isso, é fundamental não estimular exercícios físicos intensos e estar especialmente atento ao conforto térmico do Pug em dias de calor. A baixa capacidade aeróbica desta raça também pode fazer com que este pet seja mais roncador e tenha mais chances de desenvolver problemas cardiorrespiratórios.

A saúde ocular destes cães também demanda cuidados, uma vez que os olhos ligeiramente saltados ficam mais expostos a agentes externos que podem causar irritação, lacrimejamento e alterações mais graves. A raça também tem tendência a engordar, necessitando de uma alimentação balanceada para manter seu peso corporal controlado e saudável.

Assim como acontece com a maioria das raças caninas, o Pug tem maior predisposição a desenvolver doenças genéticas e alterações de saúde relacionadas às suas características físicas. As principais são:

  • Displasia coxofemoral;
  • Hipertermia;
  • Dermatites;
  • Úlceras de córnea.

Dicas para cuidar do seu Pug

Por conta das características físicas e predisposição a problemas específicos de saúde, o Pug é um cão que precisa de acompanhamento veterinário com maior frequência do que outras raças. Além disso, ele demanda escovação frequente de sua pelagem — o que não é tão comum entre cães de pelo curto. Também é necessário manter as rugas sempre higienizadas e secas para evitar problemas de pele.

Para garantir o controle do peso corporal, é necessário manter uma alimentação regrada e balanceada. Os exercícios físicos devem ser moderados e realizados com cuidado, dando preferência para caminhadas leves nos horários mais frescos do dia. Esta é uma atividade importante não apenas para a prevenção da obesidade, mas para que o cão seja sociabilizado e receba estímulos externos — essenciais para sua saúde mental.

Chegar a um equilíbrio em relação a todos esses cuidados não é uma tarefa simples e o ideal é sempre contar com a orientação de um veterinário no que diz respeito à dieta, exercícios e cuidados gerais do Pug. As consultas regulares com este profissional também são fundamentais para averiguação de sobrepeso ou outros problemas de saúde que podem estar se desenvolvendo no organismo do pet.

Além disso, o veterinário poderá indicar os melhores produtos para higienizar as dobrinhas do cão, bem como limpar as orelhas e cuidar dos olhos saltados. Este especialista também se responsabiliza por manter a vacinação do Pug em dia, assim como indicar o vermífugo e o antipulgas mais adequados para que o pet fique livre de parasitas internos e externos.

Curiosidades sobre a raça

  • O Pug é uma raça milenar e, conforme foi explicado, fazia parte da cultura e vida dos imperadores chineses;
  • A imperatriz Josephine Bonaparte, esposa de Napoleão, teve um Pug que era sua verdadeira paixão. Este cão se chamava Fortune e era a única visita permitida na época em que Josephine foi presa. A imperatriz colocava mensagens escondidas na coleira do pet para se comunicar com sua família;
  • Mesmo sendo um cão de pelagem curta, o Pug solta muito pelo;
  • As rugas presentes no rosto do Pug foram moldadas por criadores chineses, séculos atrás. A intenção era que as marcas na testa do cão formassem um desenho parecido com o caractere equivalente à palavra “príncipe”;
  • Por conta de seu rosto amassado, o Pug é um cão que faz diversos barulhinhos ao respirar, muitas vezes sendo comparados ao ronronar dos gatos;
  • O Pug é considerado a raça oficial da Casa de Orange-Nassau, pois o cão Pompey alertou o príncipe Guilherme a respeito da presença de invasores, salvando sua vida.

Produtos Chemitec: cuidando da saúde do seu cão

A Chemitec é uma indústria farmacêutica que preza pela saúde animal e, para garantir a saúde e o bem-estar de cães e gatos, desenvolveu uma linha específica para as necessidades dos pets. A fabricante disponibiliza medicamentos de qualidade e que respeitam as particularidades do organismo canino, além de contar com shampoos e demais produtos de higiene para cachorros.

Para saber mais sobre como esses itens podem contribuir para a saúde do seu Pug, entre em contato com nossos fornecedores ou converse com o veterinário de sua confiança.