Fale conosco pelo WhatsApp
Guia completo sobre Angorá

Guia completo sobre Angorá

NESTE GUIA VOCÊ IRÁ ENCONTRAR:

Considerado o gato favorito da realeza, o Angorá é um bichano elegante e de personalidade forte

O gato Angorá chama atenção justamente por sua beleza e elegância. Essa espécie se destaca pela pelagem branca, seus olhos claros e as orelhas grandes e pontiagudas. Sua origem é turca e esse felino é raro de ser encontrado nos dias de hoje.

Muito antiga, a raça de gato Angorá chegou a ser considerada extinta depois da Segunda Guerra Mundial. Muito elegante, esse felpudo é também um gatinho extremamente sociável, uma excelente companhia e demonstra sempre carinho por seus tutores. Conheça, abaixo, mais detalhes sobre as principais características e cuidados que essa raça requer.

História e origem da raça

A espécie de gato Angorá é realmente bem antiga. Os primeiros felinos com suas características foram registrados na Turquia, no século XV, em uma cidade de nome Ancara, o que originou seu nome científico – Angorá Turco.

Na época, os zoológicos turcos chegaram a criar um gatil para manter a raça e incentivar sua proliferação. Algumas pesquisas dão conta de que o Angorá foi criado a partir do cruzamento entre gatos originais de países vizinhos à Turquia – como o Irã e a Rússia.

Já outros estudiosos credenciam o aparecimento da raça a uma relação com o Gato-de-Pallas, um felino selvagem, peludo e muito tolerante a temperaturas frias. O gato Angorá chegou ao Ocidente no século XVII, através de um naturalista da França, denominado Fabri.

Ao conhecer o felino, o europeu se encantou por suas características físicas. Assim sendo, levou um casal de gatinhos para perpetuar a raça na Europa. Sua postura fascinou a realeza do continente. Um claro exemplo dessa predileção dos nobres pelo Angorá é o fato de a rainha francesa Maria Antonieta ter criado seis gatos da espécie.

A raça ainda foi a primeira de pelagem longa a se estabelecer na Europa. Até hoje, é mantida uma impressão acerca da nobreza deste pet. Para comprá-lo na atualidade, é possível encontrar valores um pouco altos.

Principais características da raça

Esta raça turca de felinos apresenta algumas características físicas muito marcantes. Resumidamente, o gato Angorá é muito peludo, tem olhos grandes e claros e um porte imponente e elegante, que, de fato, o leva a ser comparado a um pet nobre.

Predominantemente branco, esse amigo de quatro patas é comumente associado à fortuna, ao poder e à graciosidade. No entanto, existem algumas espécies com outras colorações. Os felinos desta raça pesam entre cinco e oito quilos.

O bichano possui cabeça mediana, um queixo arredondado e um focinho achatado. Além do mais, suas orelhas costumam chamar atenção, já que são pontiagudas e grandes. A coloração de seus olhos pode variar, embora seja predominantemente clara, oscilando entre tons azul e verde. Também existem gatos dessa raça com os olhos amarelados.

Alguns dos gatos Angorá costumam apresentar heterocromia – ou seja, possuem um olho de cada cor, em razão de uma alteração genética. No caso desta raça, é comum que um olho seja âmbar ou verde, e o outro, azul.

Uma característica um pouco triste registrada nesses bichinhos é o fato de que o Angorá, quando apresenta os dois olhos azulados, costuma ser surdo. Já quando o bichano apresenta um olho azul e o outro de outra cor, é possível que seja registrada surdez em apenas um dos ouvidos.

Comportamento da raça

Se você pensa em adotar um amigo de quatro patas desta espécie, é bom saber que ele tem uma personalidade forte e requer tutores que estejam dispostos a aceitar suas manias e vontades. Os bichanos são muito sociáveis e gostam de estar o tempo todo em contato com seres humanos.

Embora adorem carinho, os pets não gostam de ficar no colo. Esse gatinho, em geral, adora se sentir o “dono” da casa, tomando conta do território. Muito esperto e ágil, ele também é apaixonado por brincadeiras e atividades desafiadoras, como escalação de móveis altos pela casa. Em razão disso, uma boa dica é implementar tela de proteção para evitar sua fuga.

O Angorá é uma excelente alternativa para fazer companhia para as crianças e são indicados para a família em geral. Ainda que tenha um temperamento um pouco genioso, o gatinho é muito dócil, atencioso e gentil, e adora acompanhar os tutores em tudo. Sua relação tanto com crianças quanto com idosos costuma ser muito boa.

Extremamente inteligentes, os bichanos são facilmente adestrados, apesar de sua teimosia. Se adaptam fácil a qualquer ambiente, embora não gostem muito de mudanças. Sempre curiosos e dispostos a explorar novos espaços, os gatinhos aprendem facilmente comandos humanos e podem ser até mesmo sociáveis com outros animais, desde que essa socialização aconteça desde cedo.

Algumas curiosidades sobre o bichano são:

  • Diferente de outros bichanos, a raça é apaixonada por água e alguns gostam até mesmo de nadar;/li>
  • O personagem felino Mingau, da Turma da Mônica, é um Angorá e apresenta até mesmo algumas características da raça;
  • Durante muito tempo os felinos dessa espécie eram criados apenas em zoológicos, na Turquia;
  • Muitas pessoas confundem os gatos Angorá com os Persas. No entanto, os persas se diferenciam tanto fisicamente, pois têm um nariz mais achatado, quanto na personalidade, por serem mais preguiçosos.
Principais problemas de saúde da raça

Gatos bem tratados, desta raça, podem viver até mesmo 18 anos. A raça é predisposta a alguns problemas cardíacos, como a cardiomiopatia hipertrófica, doença que deixa o coração mais “musculoso” e dificulta o bombeamento de sangue para o corpo”, e neurológicos, como a falta de coordenação motora, chamada de ataxia. Entretanto, num aspecto mais geral, os gatinhos costumam gozar de boa saúde durante toda a vida.

Conforme já mencionado, os gatinhos com os olhos azuis tendem a apresentar surdez dos dois ouvidos. Ao adotar um Angorá, consulte um médico veterinário para entender como cuidar do seu amigo de quatro patas da melhor forma possível.

Como cuidar do gato Angorá

Alguns cuidados básicos devem ser seguidos, como oferecer uma alimentação balanceada, escovar seus pelos e seguir o protocolo de vacinas recomendado pelo veterinário.

Os gatinhos surdos também precisam de um acompanhamento periódico de exames para garantir a saúde de seus ouvidos. Seu excesso de pelo também requer que o bichano seja tosado de vez em quando.

Esse cuidado com os pelos se estende também a banhos mais periódicos, como forma de manter o pet sempre higienizado. Como ele é fã de água, não é um grande desafio dar esse banho.

Os produtos Chemitec no dia a dia do seu pet

A Chemitec é uma indústria focada no universo pet, e oferecemos diversos produtos, como antipulgas, vermífugos, medicamentos e produtos de higiene, como soluções otológicas, shampoos e condicionadores.

Como o Angorá é um gato que precisa de atenção especial para a saúde de sua pelagem, podemos te ajudar a cuidar, com muito carinho, do seu bichano. Procure por nossos produtos em pet shops, lojas agropecuárias ou distribuidoras.