Fale conosco pelo WhatsApp
Guia completo sobre Gato Persa

Guia completo sobre Gato Persa

NESTE GUIA VOCÊ IRÁ ENCONTRAR:

Calmo e inteligente, o gato persa é uma raça que se destaca principalmente por sua pelagem sedosa e rosto “amassado”

Com pelagem longa, olhos grandes e nariz achatado, o gato Persa destaca-se como uma das raças mais conhecidas e populares em todo o mundo. De temperamento agradável e gentil, este é um felino bastante calmo e que gosta de ficar “na dele”. Isso não significa, entretanto, que ele não seja carinhoso e apegado a seus tutores: na verdade, este é um pet extremamente sensível e companheiro.

Dono de uma aparência elegante e muito característica, o gato Persa tem um visual único e fácil de ser identificado até mesmo por quem não é um grande entendedor de raças. Sua abundante e bela pelagem, entretanto, demanda cuidados diários para evitar problemas de saúde específicos e garantir que os pelos continuem sempre sedosos e macios. Descubra a seguir mais detalhes a respeito deste felino incrível e encantador.

Origem do gato Persa

O Persa é uma raça bastante antiga e os registros de sua origem são considerados um pouco incertos e nebulosos. Acredita-se que a história deste felino tenha começado na Pérsia (atual Irã), no início do século XVII. Nesta época, um explorador italiano chamado Pietro Della Valle visitou a região e se encantou com os gatos do local, que apresentavam pelagem com aparência semelhante à lã.

Este bichano era conhecido entre os persas como “Gato do Deserto”, e seus pelos característicos serviam para proteger o animal do ambiente típico da região e permitir que ele sobrevivesse na areia. Ao retornar à sua terra natal, Pietro levou alguns exemplares deste felino e os inseriu em um programa de procriação em cativeiro. Anos mais tarde, no século XIX, esses gatos foram cruzados com o Angorá, uma raça de pelos longos.

Foi justamente a partir desta mistura de raças que surgiu o gato Persa como o conhecemos atualmente, com a pelagem longa e solta como uma de suas principais e mais marcantes características.

Principais características físicas do gato Persa

Além dos pelos longos e macios, o gato Persa se caracteriza por ter uma face plana e arredondada, com nariz achatado — o que, muitas vezes, pode passar a impressão de que o animal tem a expressão “carrancuda”. Os olhos são grandes e espaçados, podendo apresentar as cores azul, acobreado, verde ou mel, dependendo de suas características genéticas e padronagem de pelos.

A pelagem desta raça pode se apresentar em 8 padrões, classificados como: cor sólida, Escama de Tartaruga (Tortoiseshell), Bicolor, Tricolor/Cálico, Rajado, Fumaça (Smoke), Sombreado (Shaded) e Points (pontas coloridas). No que diz respeito às tonalidades do pelo, as mais comuns são: branco, vermelho, creme, preto, azul e dourado.

A altura do gato Persa adulto varia de 20 a 25 centímetros e o peso considerado normal é de 3 a 5 quilos. Trata-se de uma raça considerada de porte médio, com estrutura forte, ossos pesados e patas relativamente curtas. Essas características fazem com que esses pets, ao contrário da maioria dos outros bichanos, não sejam tão propensos a pular e escalar, preferindo a segurança do chão.

Temperamento da raça: como é a personalidade do gato Persa?

Dócil e sensível, o gato Persa tem um temperamento que o torna ideal para a maioria das famílias. Isso porque, além de ser um companheiro que gosta de ficar próximo de seus tutores, ele fica confortável sozinho (desde que não seja por um período exageradamente longo) e se dá bem com crianças, embora nem sempre tenha disposição para brincar e interagir — o que deve ser sempre respeitado.

Outra característica singular da personalidade desta raça é sua fácil adaptabilidade às mudanças na rotina e à introdução de novas pessoas no ambiente. Isso acontece porque o gato Persa é muito observador e inteligente, preferindo ficar no seu canto ao invés de explorar a casa e subir nos móveis. Isso não significa, porém, que esses pets não gostem de brincar: eles apenas não são animais com disposição para brincadeiras a qualquer momento.

Convivência com outros animais e crianças

Assim como a maioria dos gatos, esta é uma raça que pode ser um pouco desconfiada com estranhos, mas se acostuma fácil ao perceber que o convidado não representa uma ameaça. O Persa também convive bem com outros animais, sobretudo se já está acostumado desde filhote à presença dele. Ele também é bastante amigável e paciente com crianças, embora não interaja ou brinque o tempo inteiro.

Como cuidar de um gato Persa?

As características físicas e comportamentais desta raça fazem com que o gato Persa demande alguns cuidados especiais. Uma vez que os pelos são longos, é recomendado escovar o animal diariamente para evitar a formação de nós e manter a pelagem sempre brilhante e limpa. Além disso, é fundamental dar banhos regulares no felino e fazer tosa higiênica, evitando dermatites e ajudando na remoção de pelos mortos.

Outro cuidado essencial diz respeito à alimentação do pet, que precisa ser sempre equilibrada para garantir a hidratação e o controle do peso corporal do animal. Vale lembrar que o gato Persa não é uma raça especialmente ativa, sendo necessário tomar cuidado para que ele não se torne obeso e desenvolva problemas de saúde associados a esta condição.

Por fim, também é necessário tomar cuidado com os olhos do bichano — que são delicados e tendem a lacrimejar. Isso pode causar manchas no pelo do animal e causar irritações de pele. Para que isso não ocorra, pode ser necessário limpar a região ocular periodicamente com soro fisiológico ou colírios especiais, conforme recomendação do veterinário que acompanha a saúde do pet.

Fique atento: principais problemas de saúde da raça

Assim como acontece com muitas raças felinas, o gato Persa está propenso a desenvolver problemas de saúde relacionados à sua genética. Uma das principais alterações está diretamente associada ao nariz achatado deste pet, que pode levar a problemas respiratórios e dificuldade para manter a mandíbula fechada. Além disso, esses bichanos têm maior tendência a roncar e podem desenvolver rinites alérgicas.

O rosto achatado também faz com que os olhos deste gato sejam um pouco mais expostos, fazendo com que o animal esteja mais sujeito a apresentar problemas oculares como degeneração, glaucoma e deformação dos canais lacrimais. O formato do rosto pode levar, ainda, ao desalinhamento da arcada dentária — o que, em alguns casos, prejudica a alimentação e aumenta o risco de acúmulo de tártaro.

Os pelos longos e sedosos do gato Persa também demandam atenção, pois podem favorecer e esconder problemas de pele como micoses, seborreia e esporotricose. Além dos cuidados diários com escovação e higienização, é necessário estar atento ao calor excessivo: tanto a pelagem quanto o nariz achatado podem causar desconfortos e dificuldade de respirar em altas temperaturas.

Outras doenças comuns da raça e que demandam atenção por parte do tutor são:

  • Cardiomiopatia hipertrófica;
  • Displasia de quadril;
  • Desordens gastrointestinais;
  • Doença renal policística.

Dicas para cuidar do seu bichano

Por mais que o gato Persa tenha maior predisposição para desenvolver os problemas citados, esta não é uma raça considerada frágil. Conhecer as caraterísticas deste pet e estar atento às suas necessidades, bem como adotar medidas que garantam a saúde do animal, é um cuidado que assegura qualidade de vida e ajuda a prevenir o desenvolvimento de doenças típicas da raça.

É muito importante, por exemplo, investir em ração de qualidade e que seja adequada para as necessidades do organismo dos felinos. Comida humana ou desenvolvida para outras espécies jamais deve ser fornecida a esses pets. É necessário lembrar ainda que o gato Persa tem tendência à obesidade, cabendo ao tutor estar sempre atento à quantidade de ração e petiscos diários consumidos pelo bichano.

As doenças renais são muito recorrentes em felinos, independentemente da raça. Por isso, é muito importante que o gato tenha acesso à água fresca e a alimentos úmidos. O gato Persa também deve ser estimulado a brincar e se exercitar diariamente, o que pode ser feito por meio de enriquecimento ambiental e fornecimento de brinquedos interativos e que despertem a curiosidade do pet.

Visitas regulares ao veterinário

Outro cuidado essencial para a saúde desta raça é o check-up veterinário anual, que permite a identificação precoce de doenças e que o especialista verifique se a saúde do pet está em dia. Neste tipo de acompanhamento, o animal é avaliado por completo e realiza exames específicos para identificar se o seu organismo apresenta alterações que podem indicar a presença de doenças.

Caso necessário, o veterinário já inicia um tratamento específico ou indica ajustes na rotina do animal para que ele tenha maior qualidade de vida e longevidade. À medida que o gato for envelhecendo, a periodicidade das consultas pode sofrer alterações, passando para check-ups semestrais, conforme orientação do especialista.

A importância da vacinação e vermifugação

O tutor também deve estar especialmente atento ao ciclo de vacinação e vermifugação do gato Persa, prevenindo verminoses e diversas outras patologias que podem comprometer a saúde do pet. Os felinos devem receber sua primeira dose de vermífugo entre os 15 e 30 dias de vida, e a segunda dose deve ser administrada após 15 dias. Em seguida, a vermifugação deve ser mensal até os seis meses de idade.

Gatos com mais de seis meses devem ser vermifugados a cada três meses, em média. O ideal é sempre ser orientado por um médico veterinário, que poderá indicar a periodicidade mais adequada para seu pet. O calendário de vacinação também deve ser orientado por um profissional de saúde, cabendo ao tutor seguir à risca o ciclo de vacinas para prevenir doenças e garantir a saúde do pet.

Outros cuidados essenciais

No que diz respeito à saúde do gato Persa, também é fundamental que o tutor esteja atento a cuidados gerais e que valem para todas as raças felinas. São eles:

  • Mantenha o pet dentro de casa, sem dar as famosas “voltinhas”. Isso previne doenças e acidentes;
  • Limpe as orelhas do pet regularmente;
  • Administre antipulgas regularmente, mantendo os parasitas externos longe do bichano;
  • Dê atenção e carinho ao animal;
  • Esteja atento ao tamanho das unhas do gato, fornecendo brinquedos específicos para que eles arranhem e aparem o comprimento delas;
  • Conheça o temperamento do seu gato e entenda suas necessidades.

Descubra os produtos Chemitec

A Chemitec é uma indústria farmacêutica que oferece produtos de qualidade e que foram desenvolvidos especialmente para atender às necessidades e particularidades do organismo felino. Para saber mais sobre como esses medicamentos e itens podem contribuir para a saúde do seu gato Persa, converse com seu veterinário de confiança.