Antibióticos para Suínos

A administração de antibióticos para suínos é essencial para combater infecções e garantir a saúde dos animais, e deve sempre ser feita com responsabilidade

No setor de produção animal, os antibióticos para suínos são medicamentos amplamente utilizados para o tratamento e prevenção de doenças causadas por bactérias. Este tipo de fármaco também costuma ser administrado com o intuito de promover o crescimento, embora este seja um uso bastante debatido no que diz respeito ao impacto sobre a saúde humana.

Pelo menos 47 países ao redor do mundo já possuem restrições ao uso de antibióticos para suínos com o intuito de promover o crescimento dos animais. Uma vez que o Brasil apresenta um grande potencial de produção e tem ampliado sua participação no mercado internacional, a tendência é que cada vez mais esses medicamentos sejam utilizados apenas para fins de tratamento individual.

Existem diversos tipos de antibióticos para suínos, que se diferem especialmente no que diz respeito ao mecanismo de ação, estrutura química de base e indicações de uso. É importante lembrar que o organismo suíno apresenta particularidades específicas da espécie, e o uso de medicamentos que foram desenvolvidos especialmente para o segmento veterinário é essencial para evitar efeitos colaterais indesejados.

Uso de antibióticos na produção suína

Muitos estudos sugerem que a administração indiscriminada de antibióticos na produção animal seja responsável pelo aumento das taxas de resistência dos microrganismos à ação dos medicamentos. A responsabilidade no uso desses fármacos, portanto, é essencial para minimizar problemas de saúde pública associados à contaminação biológica dos produtos destinados ao consumo humano.

O tratamento individual de animais doentes por meio de antibióticos para suínos tem se mostrado a prática prevalente nas granjas, garantindo que os medicamentos sejam usados apenas quando realmente necessários. Por outro lado, torna-se necessário aumentar a atenção no que diz respeito aos cuidados com a higiene e nutrição dos porcos, garantindo assim um melhor suporte à imunidade e defesa do organismo.

O acompanhamento de um veterinário, portanto, é essencial não apenas para orientar a dosagem e momento certo de administrar os antibióticos, mas também para garantir a qualidade nutricional da dieta dos suínos. É fundamental que a dieta dos animais seja adequada para proporcionar um crescimento saudável, com foco na saúde intestinal e prevenindo o contato com agentes contaminantes.

Boas práticas de prevenção e biosseguridade

Uma das principais questões que envolvem o uso responsável de antibióticos para suínos diz respeito à prevenção de doenças infecciosas no rebanho. O termo “biosseguridade” relaciona-se justamente à adoção de práticas que visam minimizar os riscos de infecção na população animal, o que reflete diretamente na segurança dos humanos consumidores da cadeia produtiva.

Alguns dos cuidados fundamentais que ajudam a evitar o desenvolvimento de doenças infecciosas são:

  • Controle de qualidade das matérias-primas utilizadas na ração;
  • Limpeza constante e desinfecção das instalações;
  • Controle da qualidade e higiene da água fornecida aos animais;
  • Restrição de acesso de pessoas à criação;
  • Instalação de barreiras vegetais e arcos de desinfecção para maior isolamento do rebanho;
  • Atenção ao manejo dos animais, sempre evitando estresses desnecessários e lesões;
  • Adoção e manutenção de um calendário de vacinação adequado.

Medicamentos de uso veterinário: qual a importância?

Como foi explicado, o uso de medicamentos no setor de produção animal é fundamental para garantir a saúde dos animais, bem como a qualidade da carne que será destinada ao consumo humano. A administração dessas substâncias, porém, deve ser feita com responsabilidade e seguindo sempre a orientação de um profissional de saúde que possua conhecimento específico a respeito desses animais.

O uso correto de antibióticos para suínos é essencial para garantir o êxito nos tratamentos, minimizando as chances de que um rebanho tome medicamentos sem necessidade — o que pode levar ao aumento da resistência bacteriana e prejudicar a saúde pública como um todo. Além disso, quando a responsabilidade farmacológica está aliada a técnicas de manejo e higiene, é possível economizar com insumos e aumentar a qualidade de seus produtos.

Cabe a um médico veterinário de confiança atuar no controle e prevenção de doenças infecciosas, administrando vacinas obrigatórias, diagnosticando doenças e direcionando tratamentos necessários, prescrevendo o uso de antibióticos para suínos sempre que necessário.

Chemitec e saúde animal

Com mais de 20 anos de experiência no mercado brasileiro, a Chemitec é uma das maiores indústrias farmacêuticas veterinárias em atuação no País. A linha de produtos voltada para suínos foi desenvolvida levando em conta as necessidades e particularidades do organismo desses animais, bem como as características do rebanho e objetivos da cadeia de produção.

Além dos antibióticos para suínos, a empresa disponibiliza endectocidas, diuréticos, anti-inflamatórios, pomadas cicatrizantes e desinfetantes para limpeza das instalações onde os animais vivem. Os fármacos atuam não apenas combatendo infecções e doenças que são prejudiciais aos suínos, mas também à saúde das pessoas que consomem a carne desses animais e produtos derivados do porco.

A linha Gentatec® da Chemitec, por exemplo, é composto por um princípio ativo chamado gentamicina — que age contra bactérias gram-positivas e gram-negativas, tais como a Salmonella sp e Staphylococcus sp. Este é um medicamento que deve ser administrado por meio de injeção intramuscular subcutânea, alcançando níveis séricos bactericidas e permanecendo ativa por 6 a 12 horas.

Outros antibióticos para suínos disponibilizados pela Chemitec são os Chemitril® Injetável 2,5% e 10%, ambos indicados para o tratamento de infecções causadas por bactérias sensíveis ao Enrofloxacino. A diferença entre os medicamentos está na concentração do princípio ativo, sendo que o fármaco com menos quantidade da substância é recomendado principalmente para animais menores.

Fontes:

Produtos Veterinários — Chemitec;

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária — Embrapa;

Portal Suinocultura Industrial.

Leia mais

Principais Produtos

Antibiótico Chemitril® Injetável 2,5%

Descrição: Chemitril® Injetável 2,5% é indicado para cães, gatos e suínos no tratamento de...

SAIBA MAIS

Antibiótico Chemitril® Injetável 10%

Descrição: Chemitril® Injetável 10% é indicado contra infecções dos animais domésticos,...

SAIBA MAIS

Antibiótico Gentatec®

Descrição: Gentatec® contém um antibiótico que apresenta como princípio ativo a gentamicina,...

SAIBA MAIS

Saiba Onde
Encontrar Nossos
Produtos

Saiba Mais