Fale conosco pelo WhatsApp
cachorro deitado em um piso azul - Verme de cachorro
05/08/2021

Verme de cachorro: tipos, sintomas e tratamentos

A verminose pode ser contraída via oro-fecal, por hospedeiro intermediário ou até mesmo da mãe para o filhote.

Vermes de cachorro podem se alojar em diferentes partes do corpo  do pet e dependendo do grau de infestação, o quadro pode se agravar levando o animal a morte

Vermes de cachorro

O ciclo de vida e reprodução dos vermes de cachorro distinguem-se uns dos outros, por isso os vermífugos têm largo espectro de ação para controlar esses tipos de parasitas. A CHEMITEC atua na área farmacêutica veterinária há mais de 20 anos e oferece antiparasitários que atingem os vermes desde seus estágios iniciais até a fase adulta, protegendo seu animal de estimação.

Dentre os tipos de vermes de cachorro, destacam-se:

Os vermes provocam perda de peso, crescimento tardio, baixa absorção e digestão de nutrientes, interferência do fluxo de alimentos, perda de sangue e de proteínas e bloqueio da passagem do ar, alterando, desta forma, as funções orgânicas do animal.

Sintomas de verme de cachorro

Cada parasita aloja-se em um local diferente, comprometendo os órgãos ou o animal de maneiras diferentes. Quando se instalam nos pulmões, por exemplo, causam danos respiratórios. No intestino, provocam diarreia, anemia, hemorragia ou até mesmo desconforto abdominal. Quando o animal apresenta grande infestação por ovos de Dipylidium caninum, pode ser observado pequenos grãos de arroz na região perianal, sendo comum o cão arrastar o ânus no chão devido à coceira.

A Dirofilaria immitis, é o agente causal mais importante da Dirofilariose Canina, é encontrada nas artérias pulmonares e coração de cães, sendo, por esta razão, vulgarmente conhecido como “verme do coração” causa doença cardiorrespiratória.

A presença de vermes de cachorro  deixa o animal susceptível a outras doenças. Ao identificar algum dos sintomas abaixo, leve-o a um veterinário para receber o tratamento mais adequado:

  • Tosse;
  • Diarreia;
  • Febre;
  • Vômito;
  • Perda de apetite;
  • Alteração das fezes, presença de sangue;
  • Apatia;
  • Perda de pelo;
  • Abdômen aumentado

Em casos extremos, pode-se visualizar vermes nas fezes ou até mesmo gengivas pálidas, decorrente de anemia.

Como tratar verme de cachorro

Ao perceber a presença de vermes no cachorro, leve-o ao veterinário para que o profissional prescreva o melhor tratamento para cada caso.

Primeiro, o especialista fará uma análise dos sintomas clínicos e solicitará exames laboratoriais para identificar qual parasitose que acomete seu animal para, então, receitar o vermífugo específico.

Muitas vezes, apenas a administração de um vermífugo será o suficiente para curar seu pet, porém, caso o Médico Veterinário julgue necessário, pode-se associar o uso outros medicamentos como vitaminas.

Durante toda a vida, o pet deve ser vermifugado, pois constantemente fica suscetível a novas infestações, pois, parte dos parasitas fazem seus ciclos no ambiente externo.

Os proprietários devem fazer esquema de vacinação anual de acordo com a prescrição do Médico Veterinário. No caso de grandes infestações a escolha do vermífugo será baseada nos sintomas clínicos e exames laboratoriais de forma a ser administrado o medicamento indicado paras aqueles tipos de vermes de cachorro encontrados no animal.

Fontes:

Chemitec – Medicamentos Veterinários.

 

 

Saiba Mais