Fale conosco pelo WhatsApp
Guia completo sobre Rottweiler

Guia completo sobre Rottweiler

NESTE GUIA VOCÊ IRÁ ENCONTRAR:

Um exímio cão de guarda, que além de protetor, também pode ser muito doce e fiel aos seus tutores.

Não se deixe enganar pela carinha de bravo e pela fama de mau do rottweiler. Esse cãozinho, que pode ser um exímio protetor da sua família, é também uma das raças mais amorosas dos caninos, principalmente quando bem treinado e educado com carinho e cuidados.

Talvez a má fama de alguns cachorros rottweiler venha do fato de que, quando treinados para tal, eles sejam a melhor alternativa para quem deseja um cachorro que proteja o ambiente. É o verdadeiro significado de cão de guarda. Mas quando a opção é por educar o pet para que ele seja um companheiro de quatro patas para toda a família, seu dog certamente retribuirá o carinho.

Os cães dessa raça são muito ativos e territorialistas, o que faz com que eles sejam recrutados, recorrentemente, para auxiliarem policiais em suas jornadas profissionais. Também são excelentes competidores. Devido ao seu porte atlético, os cachorros da raça rottweiler tendem a necessitar de uma alimentação mais fortalecida, com atividades físicas diárias para evitar o excesso de peso.

História e origem da raça

As origens do rottweiler estão relacionadas ao Molossain Caseiro, na Roma Antiga. Durante a expansão do Império Romano, os cachorros criados em Rotweil (hoje denominado Baden-Württemberg) ganharam a alcunha de rottweiler.

Essa variação de raça foi utilizada para guiar o gado, e para que esse trabalho fosse fortalecido, os cães foram cruzados com cachorros pastores, originado uma nova mutação.

Apesar de muitos acreditarem que sua origem possua relações estreitas com a raça Mastiff Italiano, sua origem não é totalmente conhecida até hoje. Durante a Primeira Guerra Mundial, a utilização da raça em combates perdeu sua utilidade, o que levou o rottweiler a sofrer perigo de extinção.

No início dos anos 1910, a raça passou a ser usada quase exclusivamente por militares, o que popularizou sua fama como um dos melhores tipos de cão de guarda. Nos anos 1930, esse tipo de cachorro se tornou popular na Alemanha, também para fins de auxílio do trabalho da polícia.

Atualmente, além das funções militares, o rottweiler segue sendo uma das raças mais presentes no pastoreio e em esportes que podem ser praticados por pets e seus tutores, como o tracking.

No entanto, como já dito, hoje os cachorros dessa raça podem ser considerados também extremamente dóceis quando recebem uma educação que os condicione a esse comportamento, evitando treinamentos que estimulem instintos de defesa do cão.

Os cachorros dessa raça também são conhecidos por sua fidelidade e amor ao seu tutor. Seu instinto protetor pode se tornar ainda mais eficaz quando se estabelece um vínculo mais profundo de afeto com aquele a quem o cão deseja proteger.

Principais características da raça

Os traços físicos do Rottweiler são inconfundíveis, desde a sua estrutura física até sua pelagem. São cães de grande porte, com altura que varia entre 56 e 69 centímetros, e peso que oscila entre 35 e 60 quilos.

O corpo desse cão é forte e musculoso, bem como seu maxilar, o que o leva a ter uma das “mordidas” mais intensas e fortes entre os caninos domésticos. Sua pelagem, por sua vez, apresenta um padrão único, em tons pretos, com coloração castanha em algumas partes do corpo: como:

  • Focinho;
  • Garganta;
  • Peito;
  • Pernas;
  • Acima dos olhos;
  • Raiz da cauda.

A camada dos pelos é dupla, e a textura e tamanho da pelagem são consideradas de tamanho médio, denso e rijo.

Comportamento da raça

A característica mais marcante do rottweiler é ser muito dominante: ele não tolera outros cachorros e tem um instinto de luta. As fêmeas tendem a ser mais tolerantes e maior disposição à integração com a família e as crianças.

Se você sofrer um assalto, os pets dessa raça entram em estado de fúria, defendendo o seu tutor até o fim da briga, sem medo de choques ou quaisquer outras ameaças.

No entanto, o rottweiler também pode ser um cão muito amigável, calmo, familiar, tranquilo e silencioso. Conforme já dito, seu temperamento está diretamente associado à criação que recebe. Com um treinamento adequado, é possível reunir as melhores características da raça, tornando o seu amigo de quatro patas simultaneamente protetor e amoroso.

Esses cães ocupam a posição 9 no ranking de caninos mais espertos, já que são capazes de assimilar muito bem comandos e adestramentos. Como são animais teimosos, a dica é que eles recebam treinamento desde filhotes, estimulando que o dono seja o ser dominante na relação, para que o cão se torne fiel e obediente ao seu tutor.

Principais problemas de saúde da raça

Antes de falarmos sobre as principais doenças que acometem o rottweiler, precisamos compreender que nem todas são regra. Apesar de algumas serem mais características, isso não significa que, necessariamente, o seu dog sofrerá com alguma delas.

A média de idade de um rottweiler é de 9 anos. Manter sua saúde durante esse período significa acompanhar seu desenvolvimento atentamente, procurando mantê-lo sempre bem alimentado e confortável.

A catarata é uma das patologias que mais comumente acomete os cães dessa raça. Ela pode ser, facilmente, diagnosticada nos olhos do cão, por se tratar de uma doença visível – perceptível como uma camada branca que se estrutura no globo ocular.

Como o cristalino começa a ficar opaco, a visão do seu cachorro pode ficar bem comprometida. O tratamento pode ser feito à base de cirurgias oculares. Embora seja um procedimento invasivo, oferece garantias de melhora, com a eliminação do excesso dessa camada branca.

Outras doenças que podem comprometer a qualidade de vida do seu cãozinho são:

  • Doença de Von Willebrand: problema genético que pode ser acompanhado de sangramentos constantes na urina, nas fezes e no nariz. Tratável com medicamentos prescritos pelo veterinário;
  • Atrofia progressiva de retina: essa doença degenerativa, infelizmente, progride com o passar do tempo, levando o cão à perda da visão noturna. Não existe tratamento para esse problema, mas o veterinário pode receitar vitaminas e antioxidantes para controlar sua progressão;
  • Entrópio canino: problema muito recorrentes em recém-nascidos e que consiste quando a pálpebra gira para dentro do olho do pet. Esse deslocamento pode trazer muitos problemas mais sérios se não for tratado o mais breve possível.
  • Doença de Addison: um dos sintomas mais clássicos é a perda de apetite, podendo trazer também vômitos e letargia. A busca por ajuda veterinária se faz fundamental.

Como cuidar do cão rottweiler

Como já dito, essa raça precisa de cuidados relativos à sua alimentação. Como esse pet gasta muita energia, o rottweiler precisa se alimentar com rações do tipo large breed. Sua quantidade deve ser equilibrada, para evitar problemas como a obesidade.

É preciso também viver em um espaço grande e amplo, pois os cães dessa raça precisam se exercitar e praticar atividades para queimar suas energias. É preciso escovar regularmente seus dentes para evitar tártaro ou outros problemas odontológicos.

Aparar as unhas é outro cuidado que deve ser tomado, como forma de evitar que seu crescimento desenfreado incomode seu amigo de quatro patas.

Além do mais, é preciso estar em dia com toda a carteira de vacinação e de vermifugação com o seu pet. Cães da raça rottweiler, como os demais, também pode padecer com pulgas, piolhos, carrapatos e outros insetos em sua pelagem. Consulte regularmente um médico veterinário para entender melhor sobre essa rotina de cuidados preventivos.

Os produtos Chemitec no dia a dia do seu pet

A Chemitec é uma indústria especializada do mercado pet, criando diversos produtos que garantem a saúde, a qualidade de vida, o bem-estar e a beleza do seu animal. Contamos com produtos variados em nossa linha, desde shampoos, medicamentos, vermífugos e antipulgas.

Para se certificar de que o seu rottweiler estará sempre com energia, saúde e bem cuidado, entre em contato com os nossos representantes e conheça melhor nossa linha de produtos.